O homem das mil moradas

A história de Calouste Gulbenkian contada a partir dos seus baús

27 apresentações

Celebração dos 150 anos
do nascimento
de C.Gulbenkian

O seu nome de família quer dizer senhor da rosa. Talvez por esse motivo goste de jardins desde pequeno.

Esta é uma viagem à história do percurso de vida de Calouste Gulbenkian, Colecionador de Arte e homem de negócios.
 

A curadora da sua coleção é quem nos leva pelos episódios das suas residências em Constantinopla, Londres, Paris e Lisboa, mas também pelas viagens que fez ao Egipto, à Palestina ou à Síria, na pulsação dos grandes acontecimentos da História do século XX.

Os três baús que compõem o cenário — de onde saltam um bazar, alcachofras e jardins — são réplicas dos que o Sr. Gulbenkian mandou fazer, para transporte das suas Obras de Arte, às quais chamava “filhas”.

*

A meio caminho do processo de criação do espetáculo, foi muito inspirador podermos acompanhar as curiosidades e questões de um grupo de crianças e adolescentes na visita à exposição Calouste, uma vida não uma exposição e na oficina A minha vida dava um filme.

Todos os públicos, a partir dos 5 anos

Duração 50 min. Lotação 30 pessoas

Local Museu Gulbenkian, Lisboa
Pesquisa, concepção e encenação Madalena Marques e Susana Pires
Interpretação Leonor Cabral
Cenografia e adereços Carla Martinez
Figurino Ainhoa Vidal
Luz e som Artur Moura
Produção executiva Casa Invisível, Uma encomenda F.C. Gulbenkian
Fotografias da F. C. Gulbenkian Márcia Lessa, no interior do Museu

“Não queria deixar de dizer que ADOREI 'O homem das mil moradas' (...). Deu-me grande satisfação ver a realização de uma peça tão bem concebida com tanto prazer e atenção a cada pormenor.”
Jessica Hallett
Curadora de Arte Islâmica da Gulbenkian